Montessori: “profetiza” da Nova Era





Veja abaixo um trecho do livro de Charlotte Iserbyt, The Deliberate Dumbing Down of America, sobre os planos da “Elite” globalista para a educação.
Repare como Montessori é louvada por ocultistas, teósofos e “newagers” em geral.
Há defensores dela que alegam que ela era católica. Ora, sendo católica ela estava em contradição com a Fé ao defender princípios naturalistas entre outros princípios anticatólicos, 
Pode ser que no método dela tenha alguma coisa boa, sim, claro. Mas o método em si, leva a um fim, e este não pode ser bom, pois o princípio do método é ruim. Para mais informações, leia esta postagem.

Leia com atenção o texto abaixo e reflita se esta senhora pode ser levada em conta na educação católica. Eu vejo que não. Mas veja você mesmo. 

Tradução livre. Os grifos são meus:

“Em 1908 a educadora italiana, falecida Maria Montessori (1870-1952), desenvolveu um método de ensino - dependendo de orientação e treinamento de sentidos em vez de controle mais rígido das atividades infantis - que seria muito influente ao longo do resto do século. Montessori era uma médica que, depois de se formar na faculdade de medicina em Roma, ocupou um cargo em uma clínica psiquiátrica e interessou-se em ajudar crianças com retardamento. Seu mentor pedagógico foi Edouard Seguin, um médico francês que trabalhou com crianças retardadas e que promoveu a ideia de que crianças trabalhando com objetos concretos ajudava seu desenvolvimento físico e mental.
Montessori abriu sua primeira Casa dei Bambini (escola Montessori) em 1907. Criou um clima de sala de aula com sua crença de que a "liberdade individual" de uma criança seria violada "se duas crianças quiserem o mesmo material" e não forem "deixadas para resolver o problema por si mesmas" ou ao remover forçosamente uma criança mal comportada de um grupo. Montessori, como Rudolph Steiner da Alemanha, ensinou que cada criança já é um ser humano adulto perfeitamente desenvolvido e que, por meio de seu processo educacional, "a criança encarnada" pode encontrar seu próprio lugar no cosmos. Note-se que, ao mesmo tempo, Benito Mussolini era presidente da Sociedade Montessori da Itália.
O Método Montessori foi publicado em 1912 e grande parte do trabalho de Montessori foi impresso pela Theosophical Publishing House (Casa de Publicação Teosofista). Montessori viveu uma vez com os teósofos na Índia e ganhou o louvor de Mahatma Gandhi com a "Educação Cósmica" que foi popular entre hindus e teosofistas em todo o mundo. Elizabeth Clare Prophet, chefe cultual da Igreja Universal e Triunfante, fundou um grupo chamado Montessori International, e Robert Muller, o célebre autor do New Age World Curriculum (Currículo Mundial Nova Era), em um discurso na Costa Rica afirmou que o método Montessori era um dos programas educacionais que beneficiaria as crianças globais para a Nova Era.
Em sua Educação Para um Novo Mundo, Montessori escreveu que "O mundo não foi criado para que possamos desfrutá-lo, mas somos criados para evoluir o cosmos". Em uma edição do North American Montessori Teachers Association Journal (Jornal da Associação Norte-Americana de Professores Montessori), encontra-se o seguinte comentário revelador:

"Maria Montessori, juntamente com muitos outros pensadores esclarecidos do nosso tempo, não previram nada menos do que o surgimento de uma nova cultura humana. Essa nova cultura, uma humanidade global, planetizada, seria baseada em uma nova consciência da unidade e interdependência de todo ser, a interconectividade de todas as formas de energia e matéria. É uma cultura da atual mudança de paradigma, pela qual começamos a alinhar-nos a educar o potencial humano para uma cooperação consciente com a evolução da vida no planeta.”"


Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas