O bom leitor: ensinar a ler desde o nascimento

Por Jessie Wise
Traduzido e adaptado por Andrea Patrícia




Esta é uma versão editada de uma conferência de Jessie: "Ensinando-a ler: do nascimento ao 4º ano".

No ano passado eu ensinei o sexto ano, eu tinha dois alunos de dezesseis anos na minha classe que ainda não tinham aprendido a ler. Eu nunca tinha ouvido falar de homeschooling, mas lembro-me de pensar: "Se eu tiver uma criança, ela saberá ler antes de ir para a escola".

Então, quando meu filho mais velho completou quatro anos, eu disse a ele um dia: "Bob, prefere tirar uma soneca, ou você gostaria de aprender a ler?" Ele escolheu ler! Eu comecei com a fonética antiquada com a qual eu fui ensinada quando era criança. Eu me deitava com ele na cama pequena depois do almoço e trabalhava os sons das letras. Nós praticamos vogais e consoantes, e dissemos novas palavras naquele ano. Nós chamamos isso de "fazer o jardim de infância". No ano seguinte, minha filha do meio tinha três anos e queria ser incluída. "Meu jardim de infância, também", ela disse. Eu a incentivei e deixava que ela repetisse os sons depois de mim. Ela aprendeu a ler naquele ano!

Quando as crianças foram testadas dois anos depois, Bob estava na escola no 2º ano e lendo no nível de 7º ano. Susan estava na escola no jardim de infância e estava lendo em um nível de 5º ano. Foi o que eu produzi com a minha cuidadosa preparação para a escola. O psicólogo sugeriu que eu ensinasse as crianças em casa porque estavam muito avançadas. Isso foi em 1973, e nunca tinha ouvido falar da educação doméstica moderna, mas comecei essa jornada acadêmica. Eu acredito que as primeiras instruções de leitura desempenharam um papel importante na produção de três filhos que possuem três graduações de bacharelado, três mestrados e um Ph.D.

Eu ouço pais dizendo: "Eu não quero forçar meu filho". Fazer com que seu filho seja um bom leitor quando ele é pequeno não é forçar, é abrir diante dele um mundo de informação, prazer e oportunidade para toda a vida. Eu acho que é comum que os pais subestimem o que uma criança pequena pode aprender facilmente. Eu sei que fiquei surpresa com o que fiz com as habilidades de leitura de meus filhos.

Quando você pode começar a ler instruções?

As atividades de pré-leitura começam desde o nascimento quando uma criança aprende o idioma falado da família. Uma criança aprende primeiro a entender o idioma, sendo falado e lido. Então aprende a falar e a cantar. Agora está pronta para começar a aprender símbolos que representam sons. A primeira exposição ao alfabeto vem mais facilmente com os pais cantando a música do alfabeto com freqüência - quando a nina, quando anda no carro, quando brinca. Coloque um cartaz do alfabeto em seu quarto, onde você canta a música e aponta para as letras. Minha filha Susan colocou o alfabeto na parede logo acima do trocador. Ela cantava a canção do alfabeto e apontava as letras quando trocava as fraldas das crianças - isso muitas vezes!

Outra exposição importante ao alfabeto vem com a leitura de livros de alfabeto. Leia os mesmos livros repetidas vezes. Um favorito de meus filhos e netos é o A B C do Dr. Seuss. Começa com "Grande A, pequeno a, o que começa com 'A'?" Leia rimas. Especialmente canções de ninar tradicionais. Leia grandes livros ilustrados coloridos, apontando o objeto enquanto você diz a palavra. Leia livros em áudio, juntamente com os comentários do seu filho para que ele possa ouvir você ler uma e outra vez. Obtenha um gravador de fita para crianças para que ele possa ouvi-la lendo, cantando, falando, contando histórias e recitando poemas enquanto ele brinca no berço. Leia, leia, leia para a criança. Deixe-a aconchegar-se no seu colo. Comece a hora de dormir cedo, então você terá tempo para ler.

Fale, fale, fale com a criança, conte-lhe o que está fazendo. "Eu estou colocando sua camisa vermelha em você. Aqui vai sobre sua cabeça. Agora, vamos colocar suas meias. Aqui está o pé esquerdo. Agora a meia branca." Converse em suas atividades diárias.

Em resumo, estou dizendo que a maneira como você ensina pré-leitura é exposição, exposição e exposição.

Aos dois anos de idade,  uma criança para quem já se falou e cantou. e para quem já se leu, com frequência e consistentemente começará a imitar a linguagem. Uma pequena porcentagem de crianças pode ter uma deficiência médica. Mas há razões comuns pelas quais um filho de habilidade normal pode não começar a falar aos dois anos de idade. Uma mãe me disse: "Nós nunca conversamos quando as crianças e eu estamos em casa sozinhos, a menos que seja para dar direção". Ambos os seus filhos eram conversadores tardios e muito lentos para aprender a ler.

Quando você chegar ao lugar com sua criança que você pode segurar uma guloseima redonda e doce e a criança pode dizer "biscoito", ela está pronta para que você comece a segurar um "A" e saiba que o símbolo é um "A". Use uma madeira ou um cartão "A". A nomeação de uma letra é como nomear "nariz", "dedos", etc., todas as coisas que você ensina crianças a nomear. Não há pressão. Você não está forçando seu filho. As crianças adoram aprender coisas novas.

Em qualquer momento em que a criança está aprendendo o nome da letra, você também pode ensinar-lhe que "O nome da letra é" M "e diz "mmmmm". Por causa de M & M's e McDonald's, esta é muitas vezes a primeira letra que a criança aprende o nome e o som. As crianças têm dificuldade em aprender que a letra tem um nome e diz algo. Elas logo aprendem que o nome de seu animal de estimação é "gato" e que o gato diz "miau". Elas aprendem facilmente que "A" é o nome da letra e que diz "a" como em amora. Use a mesma abordagem para "e" em "ema", "i" em igreja, "o" em ovo e "u" em uva.

Coloque farinha de milho ou grãos em uma folha de papel manteiga. Guie seu dedo para desenhar as letras. Algumas crianças vão tentar usar um lápis aos 2 ou 3 anos, outras não são fisicamente maduras o suficiente. Se o seu filho mostrar interesse em "desenhar" com um lápis ou giz, ensine a maneira correta de segurar o lápis desde o início, então não haverá hábito a quebrar mais tarde.

As palavras as quais eu lembro os pais quando falo sobre repetição no aprendizado precoce são: repetição PACIENTE, FREQUENTE, CONSISTENTE.

PACIENTE significa que você não mostra desaprovação quando ele não sabe. Você apenas diz o que é e passa para qualquer outra coisa que você está fazendo.
FREQUENTE significa que você faz isso muitas vezes ao longo do dia.
CONSISTENTE significa que você continua sem longos períodos de não fazê-lo. Você não faz isso por três semanas e depois não menciona por um mês.

Instrução fonética para crianças de 3, 4 e 5 anos

Comece com cinco minutos todos os dias. Trabalhe até quinze minutos. Não pergunte: "Você quer fazer a sua leitura agora?" Planeje-o como uma questão de fato como você planejaria escovar os dentes.

Por volta dos 4 anos, com certeza até os 5 anos, eu iniciaria uma sessão sistemática de ensino fonético diário. A maioria das crianças de cinco anos são capazes de aprender a ler, o que não significa que todas irão querer isso em vez de brincar. Uma criança que se contorce, reclama ou protesta não está demonstrando não estar pronta para ler, ela simplesmente está sendo uma criança de 5 anos. Se a criança não quiser aprender a ler, diga-lhe que você vai fazer dez minutos por dia de qualquer maneira. Os garotos de 4 anos de Susan eram assim e, dentro de um ano, estavam lendo.

O estágio inicial, quando a criança está aprendendo a dizer palavras de três letras pela primeira vez, é o mais difícil. Persista. E então dá um clique. Você deve ser paciente até que ocorra um progresso, mas tenha bom senso. Se você começou as palavras de três letras, fazendo fielmente 10 minutos por dia por um mês ou mais e a criança não mostra compreensão, e ela não fez a conexão entre a impressão e os sons, deixe passar um mês ou dois e depois volte a tentar.

Uma cartilha que ensine sistematicamente os sons das letras e mostre a criança como combiná-las da esquerda para a direita em palavras é tudo o que é necessário. Quando eu ensinei meus filhos (e depois os netos), usei Phonics Pathway, the Victory Drill Book e Phonics First pela Modern Curriculum Press. Agora escrevi meu próprio guia de fonética amigável para os pais, com scripts para que não seja necessária nenhuma experiência: The Ordinary Parent’s Guide to Teaching Reading.

Muitos dos programas que contêm reforços foram originalmente projetados para uso em sala de aula. Um professor que ensina todo um grupo de alunos a ler não pode sentar-se com cada um e ensinar cada letra. Esse é um processo intensivo de um a um. O professor de um grupo tem que recorrer ao reforço de sons corretos através de auxiliares secundários em um contexto não lido. Se você quer fazer um livro de atividades de fonética, você pode usar o Modern Curriculum Press’s level K com um filho de 3 ou 4 anos que pode gerenciar um lápis ou giz de cera. Use o caderno de catividades "lst" deles com seus filhos de 5 anos de idade.

Alguns bons programas de fonética insistem em combinar a escrita com a leitura e dizem para não progredir até que a criança seja capaz de ler e escrever sat, bat fat a partir de um ditado. Eu acho que isso tende a frustrar leitores muito jovens. Seu objetivo é fazer com que a criança leia rápido, facilmente e cedo. Muitas crianças estão prontas para ler antes de ter a coordenação muscular para escrever tão rápido quanto podem aprender a ler. Eu fiz as atividades de leitura e escrita separadamente até o primeiro ano. Ensine uma letra (faça sempre a letra maiúscula e a letra minúscula antes de passar para a próxima letra) de cada vez. Você pode passar por todo o alfaberto, ou pode seguir a ordem de sua cartilha, voltando atrás com a escrita, mas indo em frente com a leitura. É importante acompanhar de perto a formação das letras no início. É mais trabalhoso quebrar hábitos incorretos mais tarde.

Original aqui.




Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas