Como aprender tabuadas

Por Kate Snow
Traduzido por Andrea Patrícia





Imagine tentar fazer molho de espaguete se você não souber cortar uma cebola, cozinhar carne moída ou usar temperos. Mesmo com uma receita, você ficaria intrigada em cada passo: "Preciso tirar a casca da cebola primeiro? Quão alto deve estar o fogo quando cozinho a carne? Qual a diferença entre uma colher de chá e uma colher de sopa?"

É assim que a matemática parece para crianças que nunca dominam os dados básicos: minuciosos e difíceis. Se eles estão aprendendo a dividir decimais, subtrair frações ou multiplicar polinômios, eles gastam a maior parte de sua memória de trabalho em cálculos simples que não têm espaço cerebral para entender novos conceitos.

É por isso que é tão importante que as crianças dominem a tabuada durante os anos elementares. Uma vez que eles aprenderem esses relacionamentos de números básicos, eles estarão muito bem preparados para abordar tópicos desafiantes em seus cursos de matemática do ensino fundamental II e ensino médio.

Quais são as tabuadas?

As tabuadas são as somas e produtos dos números de 1 a 9, bem como os problemas de subtração e divisão relacionados:

• Adição de 1 + 1 a 9 + 9
• Subtração de 1 - 1 a 18 - 9
• Multiplicação de 1 × 1 a 9 × 9
• Divisão de 1 ÷ 1 a 81 ÷ 9

Como um guia aproximado, tenha como objetivo que seus filhos aprendam a tabuada de adição no 1ª ano, de subtração no 2ª ano, de multiplicação no 3ª ano e de divisão no 4ª ano. No entanto, cada operação ergue-se sobre outra. Então, se você tiver um estudante do terceiro ano que tenha problemas na tabuada de adição, comece lá antes de seguir para a subtração ou para a multiplicação.

3 etapas para dominar as tabuadas

Ver quantas tabuadas precisam ser aprendidas pode fazer tanto as crianças quanto os pais sentirem-se acabrunhados. Mas não entre em pânico - e não comece a fazer pilhas de cartões para o seu filho memorizar! Quando as crianças dependem unicamente da memorização contínua, as tabuadas frequentemente seguem direto para suas memórias de curto prazo e, em seguida, são esquecidas.
Em vez de memorizar cada conta individualmente, é muito mais fácil para as crianças aprenderem estratégias mentais simples que podem aplicar a grupos de contas matemáticas. Por exemplo, pegue as contas × 4. Para encontrar qualquer um dos resultados × 4, você pode simplesmente duplicar o dado de correspondência × 2. Então, para encontrar 8 × 4, dobre 8 × 2. Como 8 × 2 = 16, 8 × 4 é o dobro de 16: 32.

Com esta estratégia fácil, uma criança pode rapidamente dominar toda a tabuada de × 4 - um nono de toda a tabela de multiplicação! Estratégias semelhantes existem para todos as contas de matemática, e elas tornam a aprendizagem das tabuadas uma tarefa muito mais gerenciável.

Claro, apenas explicar estas estratégias não significa que as crianças possam aplicá-las. Mas com este simples processo de 3 passos, você pode ajudar seus filhos a dominar cada estratégia mental e aprender as tabuadas de uma vez por todas.

Passo 1: Ensine seu filho a estratégia mental com manipulações práticas e visuais.

Use manipulativos práticos e visuais para ajudar o seu filho a compreender como a estratégia mental funciona e por que funciona. Os manipulativos não precisam ser complicados: Legos, blocos, e moedas funcionam bem.

Por exemplo, você pode usar qualquer tipo de contadores pequenos para ensinar o seu filho a encontrar os resultados × 4 dobrando os dados × 2. (Seu filho já deve conhecer os dados × 2 antes de usar essa estratégia).

Comece com o que seu filho já conhece: crie 2 linhas de 8 contadores cada e peça ao seu filho para contar quantos contadores existem. (16)

"2 × 8 é 2 grupos de 8. 2 × 8 é 16."

Adicione mais 2 linhas de 8, para um total de 4 linhas. Explique que existem agora 4 grupos de 8 contadores, ou 4 × 8. Assinale que existem agora 2 grupos de 16, para que você possa encontrar o número total de contadores dobrando 16.
    
"4 × 8 significa 4 grupos de 8: duas vezes tanto quanto 2 × 8. Então, para encontrar 4 × 8, você pode apenas dobrar 16. 16 + 16 = 32, então 4 × 8 é igual a 32."

Passo 2: Pratique a aplicação da estratégia mental com jogos e planilhas.

Depois que seu filho entenda uma estratégia específica, faça como que ele pratique usando-la. A maioria das crianças ama jogos, e eles fornecem muita prática de matemática em um curto período de tempo. As páginas de tarefas não são tão divertidas, mas fornecem uma prática escrita importante e preparam as crianças para usar as contas nas atribuições de matemática escritas.

Passo 3: Misture novas contas com contas já aprendidas e continue praticando até que elas sejam automáticas.

Uma vez que seu filho pode usar facilmente a nova estratégia, combine as contas recentemente aprendidas com contas que seu filho já aprendeu. Peça-lhe que continue revisando e lembre-o de manter a estratégia mental em mente. Com a prática, seu filho não usará mais conscientemente a estratégia mental, mas sim "apenas saberá" as respostas. As contas de matemática tornar-se-ão automáticas, e seu filho poderá usá-las para resolver problemas de nível superior com confiança.


Sobre a autora:

Kate Snow é uma mãe apaixonada pela educação matemática. Depois de se especializar em matemática em Harvard, ela completou um Mestrado no ensino fundamental, ensinou na quinta série e escreveu currículos elementares de matemática. Agora, ela usa sua experiência para ensinar seus próprios filhos e capacitar os pais para ensinar matemática com confiança em kateshomeschoolmath.com. O livro de Kate Preschool Math at Home: Simple Activities to Build the Best Possible Foundation for Your Child foi publicado em 2016 pela Well-Trained Mind Press.

Original aqui.



Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais visitadas